Motor
Geral
Cogeração de Energia

Notícias

30/09/2021 - Indústria de fundição tem o melhor primeiro semestre desde 2014

Entre janeiro e junho, a indústria brasileira de fundição produziu 1,25 milhão de toneladas, o que rende ao período o título de melhor semestre desde 2014 (1.368 mil t). No ano seguinte, 2015, a produção deste mesmo semestre caiu para 1.158 mil t e seguiu em recuperação até 2020. As informações a seguir são da ABIFA – Associação Brasileira de Fundição.


No comparativo com 2020, a alta de produção do setor é de +28,8%, enquanto em relação a 2019 o crescimento é de +7,3. Considerando-se que 2020 foi atípico em razão dos primeiros efeitos da pandemia no período, a base de comparação com 2019, em que o setor vinha de um crescimento constante desde a crise de 2016, ilustra a continuidade e ascensão deste movimento.


“Na realidade, é na fundição que tudo começa, de modo que ela reflete exatamente o que se passa com os demais setores que dela dependem, a exemplo do automotivo, bens de capital, infraestrutura etc. Se a fundição cresce, é porque a indústria prospera”, comenta Roberto João de Deus, diretor-executivo da ABIFA.


Somente em junho, foram produzidas 219.914 t de peças fundidas; +49,9% do que em 2020 e +17% em relação a 2019.


Em junho, aliás, o setor registrou o melhor desempenho mensal desde março de 2015 (240 mil t).


























































































Tab. 1 – Comparação mensal (junho/ maio 2021) e interanual (janeiro-junho 21/20) da produção brasileira de fundidos

Metal

Jun/21



(t)

Mai/21



(t)

Jun / Mai 21



(%)

Jan-Jun/21



(t)

Jan-Jun/20



(t)

Jan-Jun 21/20 (%)

Ferro

178.230

177.170

0,6

1.004.993

738.047

36,2

Aço

23.317

22.759

2,4

132.590

130.449

1,6

Não ferrosos

18.368

18.541

(0,9)

108.173

98.392

9,9

Cobre

2.865

2.878

15.963

10.984

45,3

Zinco

98

98

588

588

Alumínio

14.984

15.145

(1,1)

89.103

84.301

5,7

Magnésio

420

420

2.520

2.520

Total

219.914

218.470

0,7

1.245.756

966.888

28,8

Fonte: ABIFA – Associação Brasileira de Fundição



A alta da demanda de fundidos no mercado interno se deve ao bom desempenho dos seus principais mercados consumidores.


Distribuição Setorial das Vendas


Mercado interno
No semestre, o mercado interno absorveu 1,07 milhão de toneladas de peças fundidas. Em 2020, este volume foi de 847,5 mil t, de modo que o crescimento da demanda interna foi da ordem de +26,0% no atual exercício.
Já no comparativo com 2019, a alta foi de +9,3% (976,9 mil t) neste primeiro semestre de 2021, o que evidencia o crescimento sustentável do setor e, por conseguinte, do país.
Mercado externo
Do total produzido pelo setor entre janeiro e junho, 177.981 t foram exportadas.
Somente em junho, foram 32.047 t; +5,6% em relação a maio de 2021 e +98,9% sobre junho de 2020.
No comparativo do 1S21/20, no atual exercício temos uma alta dos embarques da ordem de +49%.
Em relação a 2019, observamos uma queda de -3,4% das exportações (184.217 t) no 1S21.






















































Tab. 2 – Comparação mensal (junho/ maio 2021) e interanual (janeiro-junho 21/20) das exportações brasileiras de fundidos, em peso (t).

Metal

Jun/21



(t)

Mai/21



(t)

Jun / Mai 21



(%)

Jan-Jun/21



(t)

Jan-Jun/20



(t)

Jan-Jun 21/20 (%)

Ferro

29.246

25.967

12,6

160.101

104.026

53,9

Aço

2.309

3.928

(41,2)

15.352

13.979

9,8

Não ferrosos

492

439

12,1

2.528

1.377

83,6

Total

32.047

30.334

5,6

177.981

119.382

49,1

Fonte: ABIFA – Associação Brasileira de Fundição



Em valores, as exportações no 1S21 somaram US$ 369.707,6 mil; + 44,5% no comparativo com o mesmo período de 2020.
Somente em junho, as exportações brasileiras de fundidos somaram US$ 71.845,6 mil; +2,0% sobre maio de 2021 e +32,3% sobre junho de 2020.
No comparativo com 2019, as exportações do setor, em valores, caiu -8,1%% no 1S21.






















































Tab. 3 – Comparação mensal (junho/ maio 2021) e interanual (janeiro-junho 21/20) das exportações brasileiras de fundidos, em valores.

Metal

Jun/21



(mil US$ – FOB

Mai/21



(mil US$ – FOB

Jun/ Mai 21



(%)

Jan-Jun /21 (mil US$ – FOB)

Jan-Jun/20



(mil US$ – FOB)

Jan-Jun 21/20 (%)

Ferro

59.340,1

54.601,9

8,7

306.984,6

213.849,6

43,6

Aço

11.027,5

14.526,0

(24,1)

55.529,5

38.772,7

43,2

Não ferrosos

1.478,0

1.281,6

15,3

7.193,5

3.196,6

125,0

Total

71.845,6

70.409,5

2,0

369.707,6

255.818,9

44,5

Fonte: ABIFA – Associação Brasileira de Fundição



Número de colaboradores


Outro índice importante de se mostrar diz respeito ao número de pessoal empregado no setor, o qual ilustra a confiança dos empresários no cenário futuro.


Em junho de 2021, a indústria de fundição empregou 61.500 colaboradores; +1,0% em relação a maio de 2021 (60.882 empregados); +18,2% sobre junho de 2020 (52.010 empregados) e +8,5% no comparativo com junho de 2019 (56.671 empregados).


Fonte: ABIFA – Associação Brasileira de Fundição

Notícias

Banco de Talentos

Trabalhe conosco. Cadastre seu currículo e mantenha-o sempre atualizado!

Recuperar senha

Como Funciona | Quero me cadastrar!

Cotação do Dólar

Compra Venda
Dólar Comercial (em R$) 4.8297 4.8302
Dólar Turismo (em R$) 4.9000 5.0230
 
Fonte: UOL Economia

Links Úteis

Acompanhe as notícias do setor, no Brasil e no mundo.

Onde Estamos

Rua Pequi, 189 - Santos Dumont
Pará de Minas | MG | Brasil
CEP: 35660-308<

Telefone: +55 (37) 3232-0800
WhatsApp: +55 (37) 99820-9444


© Copyright - 2022 - Grupo Alterosa - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Agência Treis